1219964005573491
top of page

Quem foi LEÓN KANIEFSKY?


Leon Kaniefsky nascido em 1897, natural da Rússia e usava o pseudônimo de Domingos Simões da Cunha. Foi músico, regente e compositor. Chegou ao Brasil com treze anos de idade. Em 1933 fundou e dirigiu durante três anos a Sociedade de Concertos Leon Kaniefsky. Foi sem dúvida, o divulgador da música clássica no Brasil. Em 1936 dirigiu a Rádio Difusora de São Paulo, tendo o mérito de atrair a atenção de grandes nomes como Zola Amaro, Nino Rossi, Anselmo Zlatopolsky e outros. Faleceu aos 78 anos de idade, dia 04 de fevereiro de 1975, em São Paulo.

Consta no processo que a homenagem foi solicitada em 1 de junho de 1976 pela Secretaria de Estado da Cultura, Ciência e Tecnologia por meio de ofício dirigido ao então prefeito Olavo Egydio Setúbal.


Nomes Anteriores:

Rua Conhecida Como Alzira e Rua Maestro Leon Kaniefsky



A formação musical de Leon Kaniefsky deu-se inicialmente na Suíça. Estudou na Escola Marteau, em Genebra. Muito cedo apresentou-se em concerto sacro-musical na catedral daquela cidade. No Brasil, formou-se em Engenharia pela Universidade Mackenzie. Tendo exercido a profissão por apenas alguns anos, dirigiu-se novamente à Europa para dar prosseguimento a seus estudos musicais. Em 1923, entrou para a Academia de Música de Munique, onde estudou com Walter Courvoisier (Basel 1875-Locarno 1931). Esse compositor - e médico - fora aluno de Selmar Bagge e Ludwig Thuille, cuja filha desposou. Lecionava Teoria e Composição na Akademie der Tonkunst.

Em 1925, Kaniefsky transferiu-se para Milão, passando a dedicar-se à regência sob a orientação de Renzo Bossi, no Conservatório Giuseppe Verdi. Ao mesmo tempo, foi nada menos do que um dos discípulos do renomado organista Enrico Bossi. Dentre as suas muitas atividades na Itália, salientam-se a fundação do Sexteto Kolid e cursos que proferiu em Milão.Foi titular das temporadas líricas e de concertos da Empresa Caminada, de Milão. Os seus elos com o renomado e influente maestro M. Perosi levaram-no a assumir posições de relêvo na vida musical e à dedicação à regência. Já na Itália inseriu-se em movimento de difusão musical através da realização de concertos sinfônicos populares e da ação difusora e educativa pela rádio, prática que daria continuidade no Brasil. Após o seu regresso, passou a empenhar-se na formação de conjuntos orquestrais de amadores. Para o seu trabalho, desenvolveu intensa atividade como arranjador, adaptando obras e realizando transcrições. Com a Sociedade de Concertos, Leon Kaniefsky realizou 34 concertos.

De 1935 a 1941 foi diretor-artístico da Rádio Difusora de São Paulo. De 1941 a 1947, organizou e dirigiu a Orquestra Brasileira de Câmara. Com esse conjunto, realizou 38 concertos patrocinados pelo Departamento de Cultura da Prefeitura Municipal e 88 concertos radiofônicos. Fonte:

http://www.revista.brasil-europa.eu/116/1968-Kaniefsky-Spiwak.htm https://dicionarioderuas.prefeitura.sp.gov.br/

45 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Kommentare

Mit 0 von 5 Sternen bewertet.
Noch keine Ratings

Rating hinzufügen
bottom of page